blank

Você pequeno empresário ou empreendedor que está iniciando normalmente tem muitas dúvidas a respeito de sistemas e equipamentos de automação comercial. 

Isso é normal. É um universo completamente novo, cheios de nomes estranhos mas que aos poucos vamos nos familiarizando.

Por exemplo, você já ouviu falar em Pinpads? Em POS?

Calma! Neste artigo iremos te explicar o que significa cada um, para que serve e se você precisa ter um deles em seu negócio.

É de extrema importância saber identificar os objetivos e funções a fim de realizar a implementação do sistema que você vai utilizar no seu varejo com mais segurança.

Tamanho do negócio

Independente do tamanho do seu negócio, hoje mais do que nunca é imprescindível disponibilizar várias formas de pagamento aos clientes.

Com todas as mudanças ocasionadas nos últimos anos e ainda mais depois da pandemia, que acelerou o processo tecnológico nessa área, o cliente só compra onde ele pode dizer como vai pagar e não o contrário. Além dos cartões de débito e crédito, por exemplo, temos o PIX e o QR Code para pagamento. 

Inúmeros aplicativos conectados ao banco do cliente e se você não está antenado com as mudanças você fica para trás.

Trabalhar com transações no cartão, promove a segurança e a agilidade das operações. Além disso, há mais facilidade no cumprimento de exigências legais e fiscais, seja na emissão de notas e comprovantes ou no registro de informações contábeis.

Vamos conhecer então as diferenças entre os terminais de pagamento?

Terminal PinPad

O terminal Pin Pad é um equipamento destinado ao uso do cartão de crédito para a realização de pagamentos via TEF. O que é TEF? Transferência Eletrônica de Fundos. 

O Pinpad faz a leitura da barra magnética, do chip ou do NFC. Ele normalmente aceita diversas bandeiras, desde que os bancos que as administram estejam conectados ao sistema de TEF.

Quando olhamos o equipamento à primeira vista ele é muito parecido com todas as máquinas de cartão de crédito.

A principal diferença está no fato de que ele não é apenas um leitor e não funciona independente; ele demanda de uma conexão com outros elementos para viabilizar o seu funcionamento pleno e a conclusão das operações de pagamento.

Os modelos mais recentes de terminal Pin Pad são mobile, ou seja, não possuem conexão por cabo mas sim por Bluetooth. Assim, o visual costuma ser mais compacto e mais moderno.

Isso é fundamental para quem é autônomo e trabalha na rua como vendedores ambulantes, taxistas, motoristas de Uber, entregadores e demais profissionais que precisam de mobilidade.

Usa-se sinal de internet móvel e como não tem impressora, o comprovante é enviado por SMS, e-mail ou Whatsapp.

Do ponto de vista da gestão, com uma chave de acesso, o administrador pode visualizar todos os dados do sistema em aplicativos e fica tudo na nuvem

Agora vamos entender o que é o POS.

O que é o POS?

A sigla POS vem do termo em inglês “Point of Sale”, isto é, Ponto de Venda. Ele é popularmente chamado de PDV. Conhecemos o PDV também como caixa, simplesmente.

O POS também é um dispositivo de pagamentos assim como o Pinpad e ele funciona independentemente da presença ou não de um caixa. Ele pode inclusive ser o próprio Caixa. Complicou?

Vamos explicar.

As empresas normalmente escolhem esse sistema quando precisam ou preferem levar o sistema de pagamento ao cliente, como em restaurantes que fazem a cobrança da conta na mesa e postos de gasolina. É um caixa móvel.

Ele é mais robusto e tem mais autonomia quando comparado com o  Pin Pad. Ele não precisa de conexão com um celular, tablet ou computador. Além do mais, ele possui impressora embutida, permitindo a entrega da via do cliente em mãos.

O POS processa seus pagamentos por intermédio de uma conexão de internet discada ou wi-fi. 

Outro ponto importante que não pode ser ignorado é o custo um pouco mais elevado do que o sistema do Pin Pad. As máquinas POS costumam fazer uso do sistema de uma adquirente apenas.

Sendo assim, ou há uma restrição quanto às bandeiras de cartões ou é preciso ter mais de um dispositivo POS para atendê-las.

Essas são as diferenças entre os dois sistemas. Mas qual escolher para seu negócio?

O que é mais adequado para meu negócio?

Depois de conhecer tudo sobre POS e Pinpad já dá pra tentar entender aqui, o que é melhor para o seu negócio.

Para selecionar o melhor sistema para sua empresa analise qual modelo corresponde melhor às necessidades e expectativas da empresa. Algumas reflexões chave consistem em considerar por exemplo:

  • Os clientes vão precisar se direcionar a uma caixa?
  • A empresa vai atender delivery?
  • Quanto se vende em cartão por mês para justificar a operação?

No caso do último tópico, se mais de 75% dos pagamentos forem realizados com cartão, o que é bem provável, a escolha mais acertada é o uso do terminal Pin Pad.

Acima de tudo, ele é uma opção de pagamentos mais completa e adequada a esse volume de transações, além de agilizar os atendimentos e facilitar a conciliação de informações referentes às vendas.

Portanto, depois dessa avaliação minuciosa é hora de escolher.

Em conclusão, caso ainda tenha dúvidas , você pode solicitar uma consultoria aos colaboradores da ACB Automação Comercial, para avaliarem especificamente o seu caso e juntos partir para uma decisão.

Outros Posts

Automação comercial é coisa só de empresa grande?

Tenho uma pequena empresa e preciso melhorar meus fluxos. Posso ter automação comercial? Com a automação de processos, funcionários e donos de empresas conseguem simplificar etapas, processos e práticas diárias nos negócios. Os resultados não demoram a aparecer: mais...